Cuide

Muito além de vender café

O projeto LAR Café não nasceu como um negócio, desde 2014 quando a ONG LAR - Levando Amor aos Refugiados começou suas atividades, a busca de uma fonte de sustento para suas atividades era uma necessidade e com o acolhimento de um sírio a partir de março de 2015 e a partir de outubro a instalação de uma base, tornou-se obrigatório.

Do gosto pelo café especial e a dificuldade da compra desse tipo de café veio a idéia de buscá-los e dividir a experiência de degustá-los com mais pessoas, vendendo cafés selecionados que a maioria dos brasileiros não conhecem e não tem acesso.

O curso de Barista nos deu capacitação para entender do assunto e selecionar produtores, tipos de café e torra oferecendo o que há de mais exclusivo em cafés especiais 100% arábica.

O LAR Café não é um negócio comercial, é a estratégia de sustento que torna viável a ajuda e o alívio da dor de refugiados através das ações da ONG LAR, tanto no Brasil quanto no exterior.

Nosso compromisso é sempre utilizar todo lucro obtido nesse objetivo.

Experimente

Introduzindo Café
Gourmet e Café Especial

Crescemos acostumados com o cafezinho preto presente em nosso dia a dia, uma bebida com a cara e o gosto do Brasil. O que a maioria de nós desconhece é que o café que compramos nas prateleiras de mercados é muito diferente dos cafés exportados e que tornaram o Brasil o maior e melhor produtor de café do mundo.

Para consumo, basicamente existem duas espécies de cafés, o Conilon (Coffea Canephora) e o Arábica (Coffea Arábica).

O Conilon é um café cuja árvore não requer do local de cultivo nada de especial se adaptando bem aos mais variados solos, climas ou altitude, porém seu fruto não possui aroma e sabor intenso, e é esse que é cultivado em escala industrial e vendido nos mercados brasileiros.

Já o Arábica necessita de clima com temperatura entre 12 e 25° e um local com altitude acima de 600 m, sendo que quanto mais alto melhor, tem aroma mais intenso e sabor fino e variado e metade da concentração da cafeína do Conilon.

No Brasil, além do café comum 100% conilon, o Ministério da Agricultura formalizou outras categorias de cafés: Café Tradicional (70% arábica + 30% colinon), Café Superior (85% de arábica + 15% conilon) e Café Gourmet (100% arábica).

Mesmo sendo 100% arábica, o Café Gourmet ainda pode sofrer com defeitos nos grãos, maturação diferenciada na hora da coleta e pragas que reduzem a qualidade final da bebida interferindo no aroma, sabor, acidez e corpo.

Para uma seleção de qualidade é usado a escala da SCAA - Specialty  Coffee Association of America que qualifica o café em pontos de 0 a 100.

Café Gourmet - acima de 75 pontos.

Cafés Especiais - acima de 80 pontos.

Os Cafés Especiais são os únicos capazes de proporcionar uma fidelidade ao aroma e sabor dos grãos por não terem nenhuma contaminação.

Saiba.

A história do café
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
CONHEÇA
ONG LAR

© 2016 por Caroline Seixas

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now